Notícias

Estágios de maturidade do negócio franqueado.


Psicólogo australiano desenvolveu o que chama de Fator E, onde descreve em seis fases, os estágios pelo qual passam uma franquia.

Greg Nathan, psicólogo australiano, é fundador e presidente do Franchise Relationships Institute (Instituo de Relacionamentos em Franquia), com sede também na Austrália. Há mais de 20 anos, dedica-se ao estudo das relações humanas no sistema de franchising, dentro deste tempo de estudos e pesquisas, Greg Nathan desenvolveu o que chama de Fator E, onde descreve em seis fases, os estágios pelo qual ao longo de sua existência, passam uma franquia:

• O estágio GLEE (Satisfação):
"O franqueado está um pouco ansioso sobre o seu novo empreendimento, mas também é animado e otimista sobre o futuro." Neste estágio, o franqueado está em plena lua de mel com seu franqueador. Entregou sua vida a ele, tem ansiedade e preocupação em relação ao futuro, mas confia no franqueador de forma plena.

• O estágio FEE (Taxas):
"O franqueado começa a se tornar sensível e preocupado com o valor da taxa a ser paga ao seu franqueador ou com os custos dos serviços ou produtos recebidos." Aqui o franqueado entende que está ganhando dinheiro, mas enxerga as taxas pagas ao franqueador como algo que também poderia estar em seu bolso.

• O estágio ME (Eu):
"O franqueado conclui que seu sucesso é devido principalmente ao seu próprio esforço e despreza a contribuição do sistema de franquia. Ou se ele está com dificuldades, despreza suas próprias deficiências." Neste momento o franqueado passa a questionar se precisa do franqueador. Tem autopercepção de um empreendedor de sucesso, que possivelmente teria alcançado o mesmo sucesso, sem a presença do franqueador.

• O estágio FREE (Autonomia):
"Esta fase caracteriza-se pela necessidade do franqueado demonstrar sua competência e afirmar a sua independência, assim testando os limites do sistema de franquia." É o estágio em que o franqueado questiona as restrições impostas pelo franqueador, começa a querer independência e querer fazer as coisas do seu jeito.

• O estágio SEE (Entendimento):
"Através de discussões francas e abertas, franqueado e franqueador melhor compreendem e respeitam os pontos de vista uns aos outros." É um momento em que há praticamente um resgate do franqueado no que diz respeito a credibilidade no sistema de franquias. Ele passa aqui a reconhecer os serviços prestados pelo franqueador e tem a percepção que se cada franqueado tomasse um direcionamento, o conceito de rede e negócio franqueado tenderiam a deixar de existir.

• O estágio WE (Nós):
"O franqueado reconhece que o sucesso e a satisfação vêm com mais facilidade ao trabalhar com, e não contra, franqueador." Ocorre aqui a percepção da força do conjunto: juntos, desenvolvemos um potencial muito maior. Necessito de sua assistência, mas também posso contribuir com idéias e experiências úteis ao sistema.

O tempo de permanência e transição para cada estágio, dependem muito da gestão de relacionamento franqueado e franqueador, cabendo ao franqueador desenvolver sistemas inteligentes que permitam ao franqueado maior permanência nos estágios glee, see, we e menor permanência nos estágios fee, me e free.

Fonte: Arlan Roque para: www.administradores.com.br

Últimas Notícias:
• 4 lições da CVC para ter um negócio de sucesso.
• Quais as características de bons empreendedores?
• Como vender para outras empresas?
• As 10 franquias mais antigas no Brasil, segundo a ABF.



:: Voltar
av. senador casemiro da rocha, 609 cj 51 • saúde • cep 04047-001 • são paulo • sp
fone: +55.11.2276.0048 | 11.2577.1115 | 11.4562.1116 | (oi dub): 11.96656-0048