Notícias

Varejo resiste em tempos de crise.


O movimento de consumidores nas lojas aumentou 11%.

As turbulências no mercado internacional, que já se refletem no país, não diminuíram a disposição do consumidor para as compras, informou o jornal Estado de Minas. Se antes as perspectivas eram de crescimento de 4,5% da economia este ano, agora, sob a sombra escura do cenário externo, as previsões vão sendo rebaixadas. O Banco Central, com base em pesquisa junto a instituições financeiras, encolheu a projeção do PIB pela quinta vez seguida, de 3,79% para 3,67%. Já a inflação deve fechar perto do topo da meta, de 6,5%. No entanto, as vendas no comércio cresceram 9,5% entre janeiro e agosto, segundo estudo da Serasa Experian. E nos shoppings a aposta é fechar o ano com alta de 12% nos negócios.

A matéria faz uma análise dos cenários econômico nacional e internacional e por fim informou o levantamento da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) que revelou que as vendas nos centros comerciais saltaram 10,97% nos primeiros sete meses. Até o fim de dezembro, a expansão prevista para os negócios do setor é de 12%, segundo pesquisa encomendada à TNS Research International.

De acordo com a reportagem, tanto o estudo da CDL quanto o da Serasa mostram que a construção civil é o principal destaque do comércio neste ano. Na pesquisa da primeira entidade, as vendas do item ferragens, material elétrico e construções subiram 9,42%. No levantamento da segunda instituição , o movimento de consumidores nas lojas de construção civil avançou 11,8%.

Fonte: Estado de Minas - Data: 06/09/2011

Veja Mais:
• Vídeo: Crescimento no setor de franquias.
• Franquias na Balança.
• Faturamento de franquias de alimentos cresceu 16,8% em 2010.
• Franquias de alimentos são investimento seguro.



:: Voltar
av. senador casemiro da rocha, 609 cj 51 • saúde • cep 04047-001 • são paulo • sp
fone: +55.11.2276.0048 | 11.2577.1115 | 11.4562.1116 | (oi dub): 11.96656-0048